segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Erro... preconceito...


Quando fazemos um erro.
É difícil assumir que erramos.
É difícil corrigir o nosso comportamento, de modo a evitar mais erros.
É difícil criar novos hábitos.
Mas quando a dor é maior quando erramos, do que quando não erramos.
Mudamos!
Mas mais difícil é viver, quando as outras pessoas não acreditam em nós, que nós mudamos. Não acreditam que as pessoas podem regenerar, que as pessoas podem mudar o seu comportamento, de modo a evitar os erros passados.
As pessoas procuram o prazer, evitando as dores.
É triste que as pessoas sejam preconceituosas. É triste que as pessoas precisem ver que mudamos e que não acreditem nas nossas palavras.
Afinal, estas pessoas só vão mudar, quando as suas opiniões causarem maior dor do que prazer. 

Vives porquê, para quê?


Vives porquê, para quê?
Viver para o marido ou para a esposa.
Viver para o amante.
Viver para um filho.
Viver para um neto.
Viver para um irmão.
Viver para um amigo.
Viver para um animal de estimação.
Viver para a família.
Viver para viajar.
Viver para trabalhar.
Viver para a profissão ou carreira.
Viver para estudar.
Viver para ganhar dinheiro.
Viver para construir um império.
Viver para ultrapassar uma doença ou limitação física.
Viver para uma vida religiosa ou espiritual.
Viver para o sexo.
Viver para os vícios, dependências: drogas, jogos, etc.
Viver para causas sociais.
Viver para os outros.

Motivos fora de nós próprios abundam, é só escolher.
Escolher os outros, parece um motivo altruísta, mas também pode ser um ato de fuga, para não ter de encarar os nossos medos, para não ter de ver-nos a nós mesmos.
Escolher-nos a nós próprios é difícil. Mas devia ser a nossa primeira escolha. E só depois deviamos escolher motivos fora de nós.
Viver por nós próprios.

Afinal, a vida é curta. Nada é nosso, nem nada é eterno.
Tudo nos é oferecido para usufruirmos enquanto vivemos, na medida que precisamos e no tempo certo.

Desespero... O que faz às pessoas?


Desespero... O que faz às pessoas?
Pessoa Desesperada é uma pessoa sem esperança, sem paciência.
Uma pessoa desesperada é capaz de tudo. Sem esperança, agarra a primeira oportunidade que lhe surge. Acredita em tudo e em todos.
São vítimas fáceis para pessoas gananciosas e sem escrúpulos.
Por mais que uma situação seja difícil, o segredo está na nossa atitude de como lidamos com as vicissitudes da vida.

sábado, 9 de dezembro de 2017

O que farias?


Se, por qualquer razão, tivesses apenas um ano de vida, o que farias durante esse ano?
O que mudarias na tua vida?
O que irias fazer durante esse tempo (algo que sempre quiseste fazer)?
Se tivesses todo o tempo e todo o dinheiro do mundo, o que farias com o teu tempo? 

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Viver com um propósito!


Águeda, Portugal


Viver com um propósito!

1. Quem és? Quais são os teus dons, talentos? Quais são os teus defeitos, as tuas sombras? Se não sabes quem és, acreditarás no que os outros te dizem que és. Será mais um passageiro da tua própria vida.

2. Onde te encontras e para onde queres ir? O que queres fazer na vida? Quando fores grande, o que queres fazer na vida? O que farias na vida, se o dinheiro não fosse um problema? Responder as estas questões, permite que encontres um caminho, um objetivo, uma meta para a tua própria vida.

3. Porque é que queres fazê-lo? Qual é a causa que te motiva? Qual é o significado da vida para ti? O que valorizas e que dás importância na vida? O que é que te faz levantar da cama todas as manhãs? O que guia a tua vida? Responder a estas perguntas, permite que descubras a tua paixão, o alimento que te alimenta, a alma da tua vida.

4. O que faz sentido na tua vida? Qual é o teu propósito de vida? Qual é a tua missão na vida? A busca do propósito de vida é uma jornada que pode durar uma vida inteira. O propósito pode ser imutável, isto é, o que faz sentido hoje, pode deixar de fazer sentido amanhã. Encontrar o verdadeiro propósito exige paciência e tempo.

Podes encontrar respostas às tuas perguntas, através da razão, mas também através da meditação, do silêncio, da introspeção.

Faz o que amas, ama o que fazes!
Fazer acontecer!
Fazer a diferença!


“Escolhe o trabalho de que gostas, e não terás de trabalhar um único dia em tua vida”. Confúcio